Assim termina 2015

Ninguém quer estar doente. Ninguém deseja ter uma doença crónica. Ninguém deseja ter uma doença tantas vezes incapacitante. Ninguém quer uma doença que rouba sonhos e vidas. Ninguém quer… Mas às vezes o destino prega-nos partidas. Às vezes o destino, o universo, a vida querem coisas para nós que nós nunca desejamos nem desejaríamos a ninguém. Às vezes a vida é cruel. Às vezes o destino é injusto. Às vezes o universo parece virado do avesso.

Mas às vezes é também com uma doença crónica que descobrimos quem realmente somos e de que “massa” somos feitos. Às vezes é com uma doença crónica que percebemos quais são as verdadeiras prioridades nesta vida. Às vezes é com uma doença cruel que nos tornamos mais e melhores pessoas. Às vezes é com uma doença crónica que descobrimos novos mundos, novas vidas, novos horizontes e novos sorrisos. Às vezes é a doença crónica que nos traz uma nova família. Às vezes é a doença crónica que nos traz os melhores amigos. Às vezes é a doença crónica que nos traz muitas coisas maravilhosas para a vida. Ninguém quer uma doença crónica. Mas já que a temos vamos servir-nos dela para tornar a nossa vida mais e melhor. Obrigada à família MulherEndo que tem vindo sempre a crescer. Obrigada a esta família que pode estremecer, mas nunca caí e está sempre lá, de braços abertos, para aquele abraço especial. Obrigada ♥

SusanaFonseca

 

Tags: No tags

Comments are closed.